Património cultural do Algarve vai ser esculpido em areia

O património cultural de diferentes concelhos do Algarve vai ser esculpido em areia na SandCity, em Lagoa, resultando duma parceria entre alguns municípios e  a  organização  deste  parque  temático  que  apresenta  a  maior  exposição  de escultura em areia já construída.


O público poderá observar o trabalho do escultor algarvio Paulo Quaresma a partir do dia 27 de julho e durante a primeira quinzena de agosto, que irá dar forma  a  cerca  de  vinte  mil  toneladas  de  areia  onde  vão  surgir,  por  exemplo, monumentos como a Fortaleza de Sagres e a Capela de Santa Guadalupe, do concelho de Vila do Bispo, aspectos arquitectónicos como a chaminés de saia em Monchique e aspectos históricos e etnográficos de Portimão, representando
a indústria conserveira.

Elementos naturais como as fontes de água e os medronhos, em Monchique, os rochedos da Praia da Rocha e as escarpas da costa vicentina serão alguns dos outros  elementos  a  ser  esculpidos,  bem  como  barcos,  pescadores  e  aves ilustrando vários aspectos da história, da natureza, da cultura do Algarve.

O  projecto  “Valorização  do  Património  Histórico  e  Cultural  Algarvio”, desenvolvida entre a SandCity e as autarquias locais tem como objectivo criar uma  sinergia  entre  os  vários  espaços  culturais  do  Algarve,  sensibilizando  os visitantes para o que está mais perto e proporcionando descontos para quem visite mais que um destes espaços emblemáticos do Algarve.

A  SandCity  é  o  maior  parque  temático  de  esculturas  em  areia  do  mundo, concebida  pela  equipa  que  durante  os  últimos  dezassete  anos  realizou  no Algarve o FIESA, o Festival Internacional de Esculturas em Areia, apresentando,
agora, uma maior exposição e propondo várias actividades culturais e lúdicas aos visitantes, como workshops de escultura em areia, mini-golfe, peddy pappers e jogos sobre a exposição, além de espaços de lazer e restauração. Para esta nova exposição foram utilizadas 65 mil toneladas de areia para esculpir o tema “A volta ao mundo”, com esculturas que ilustram monumentos, animais e pessoas dos vários continentes, valorizando as tradições, a arte e o desporto dos vários países.

Desde a conceção deste novo projecto de escultura em areia que a organização acalenta  a  ideia  de  dedicar  uma  parte  da  exposição  ao  património  algarvio, integrado  na  Volta  ao  Mundo,  sensibilizando,  assim,  os  visitantes  para  o
património cultural e histórico da região onde está a SandCity. Para já, aderiram a esta iniciativa a Direção Regional de Cultura do Algarve e os concelhos de Vila do Bispo, Portimão e Monchique, que propuseram alguns dos temas a ser representados e que melhor identificam o seu concelho, decorrendo, agora, acordos para virem a ser esculpidos na SandCity elementos do património cultural dos outros concelhos algarvios.

A SandCity estará aberta todos os dias entre as 10h00 e as 00h00, podendo ser visitada de dia e de noite, quando as esculturas são iluminadas por jogos de luzes.

0
0
0
s2sdefault