• Portimão celebra 97º aniversário de cidade

    Notícias

    Portimão celebra 97º aniversário de cidade

    Ler mais

  • Rallye Casinos do Algarve

    A não perder

    Rallye Casinos do Algarve

    Ler mais

  • Portimão, Um Sonho de Natal

    Notícias

    Portimão, Um Sonho de Natal

    Ler mais

30.09.2021

As novas instalações da Escola de Hotelaria e Turismo de Portimão, que funcionará no antigo Estabelecimento Prisional situado no centro da cidade, devem abrir portas em setembro de 2022, a tempo do início do próximo ano letivo, num investimento aproximado de 2,3 milhões de euros.

Esta é a convicção manifestada por Luís Araújo, presidente do Turismo de Portugal, que na manhã do dia 29 de setembro visitou as obras de adaptação em curso, no âmbito da Semana do Turismo, acompanhado pela secretária de Estado do Turismo, Rita Marques, tendo na ocasião sido apontada a data de 27 de setembro de 2022, Dia Mundial do Turismo, para a inauguração oficial do novo equipamento.

Segundo Isilda Gomes, presidente da Câmara Municipal de Portimão, “este é mais um sonho tornado realidade, pois trata-se de um projeto complicado, que já vem de há largos anos”. Do ponto de vista da autarca, “a futura escola. localizada numa zona nobre da cidade, representa um passo importantíssimo, uma vez que, se queremos turismo de excelência, deveremos possuir bons recursos humanos, com qualidade.”

“Quanto mais investirmos na qualificação profissional, maior será a nossa competitividade em termos de destino turístico, neste mercado tão competitivo”, defendeu Isilda Gomes, para quem, “depois de um parto muito difícil, o bebé nasceu, está aqui para crescer e esta obra dignificará, certamente, a cidade de Portimão e a região algarvia.”

Na ocasião, a responsável autárquica realçou “o apoio do Turismo de Portugal aos grandes eventos que são atrativos para nós, como será o próximo Moto GP marcado para 6 e 7 de novembro no Autódromo Internacional do Algarve, onde são esperados, no mínimo, cerca de 60 mil espetadores, o que representa muita gente na chamada época baixa.”

Melhor destino turístico também na formação

A secretária de Estado do Turismo destacou “a requalificação estratégica de ativos que se encontram devolutos e sem qualquer utilização prática”, como é o caso do antigo Estabelecimento Prisional Regional de Portimão, manifestando o desejo que o Algarve “também seja considerado o melhor destino turístico do mundo a capacitar pessoas e a formá-las, não só apostando na juventude, mas igualmente nos trabalhadores menos jovens e na formação ao longo da vida, até mesmo dirigida aos empresários.”

“Devemos continuar a trabalhar bem nestes tempos difíceis, sendo importante termos disponíveis todas as linhas de financiamento, pois se o turismo pode ser um cada vez melhor motor económico, precisamos de regenerar o setor, para que recupere até aos valores de 2019”, sustentou Rita Marques.

Taxa de empregabilidade próxima dos cem por cento

Quanto a Luís Araújo, e depois de salientar “o namoro longo que levámos a bom porto, com o empenho da Estamo, empresa proprietária do edifício”, realçou a taxa de empregabilidade nas Escolas de Hotelaria e Turismo, na ordem dos 95 por cento, afirmando que “não podemos ter boa formação se não tivermos bons equipamentos e este que agora visitámos vai ser inovador, de altíssima qualidade, não só para os alunos de Portimão, mas também de fora de Portugal, pois devemos ser um exemplo no acolhimento de estudantes de outros países... Para nós, isso é pedra essencial.”

Equipamentos topo de gama

A Escola de Hotelaria e Turismo de Portimão é atualmente frequentada por 163 alunos, a esmagadora maioria dos quais oriundos do barlavento algarvio e do Baixo Alentejo, tendo ainda estudantes do Brasil, Cabo Verde, Ucrânia, Moldávia e Roménia.

Os cursos mais procurados são os da área de Cozinha, tanto nos de dupla certificação (10ª a 12º ano), como nos de Especialização Tecnológica (pós-secundário), estando previsto que sejam ministrados no novo estabelecimento de ensino os cursos de Técnico de Restaurante e Bar, Técnico de Cozinha e Pastelaria, Gestão de Restauração e Bebidas, e ainda Gestão e Produção de Cozinha.

A intervenção a decorrer, e que deverá estar concluída no início do próximo verão, contempla a criação de oito salas de aula equipadas com a mais recente tecnologia, duas cozinhas de aplicação com equipamentos topo de gama, auditório com capacidade para 140 pessoas e laboratório com cozinhas individuais, além de bar e restaurante de aplicação.