• Sardinha em Concertos

    Notícias

    Sardinha em Concertos

    Ler mais

  • Humor.PTM – Festival de Comédia de Portimão

    Notícias

    Humor.PTM – Festival de Comédia de Portimão

    Ler mais

  • Exposição fotográfica “De Polo a Polo”

    Notícias

    Exposição fotográfica “De Polo a Polo”

    Ler mais

04.05.2021

Maiores de 60 anos são o grupo prioritário, que se prevê vacinar na totalidade até ao final da semana.

Desde que entrou em funcionamento no passado dia 26 de abril, o Centro de Vacinação de Portimão já ministrou 4.924 vacinas contra a Covid-19, com o objetivo de abranger toda a população do concelho maior de 60 anos até à próxima sexta-feira, 7 de maio.

O concelho foi abrangido por um reforço de vacinas e obteve autorização extraordinária para começar a vacinar localmente os munícipes a partir dos 60 anos, em virtude dos surtos que implicaram o retrocesso no processo de desconfinamento e consequente pedido autárquico para a abertura imediata do Centro de Vacinação de Portimão.

Instalada no Pavilhão Gimnodesportivo de Portimão, a estrutura começou com uma média de 300 vacinas/dia, evoluindo para as mil vacinas/dia desde o reforço entretanto verificado, estimando-se que seja alcançado um total de 10 mil vacinas até ao final desta fase.

No expoente máximo da sua capacidade, o Centro está a vacinar um número de pessoas superior ao que se verifica em qualquer outra estrutura congénere na região algarvia, sendo de referir que nos momentos de fila a média de espera se situa entre os 7 e os 10 minutos, com um pico de vacinação média na ordem das 130 inoculações/hora.

Uma das causas que tem provocado maior aglomeração em momentos muito pontuais, mas com rápida reposição da normalidade, está relacionada com a chegada de utentes muito antes da hora que lhes é transmitida. No entanto, em todos os momentos de maior pressão tem sido dada a hipótese aos munícipes de regressarem em períodos mais calmos, sem que percam a possibilidade de ser vacinados no próprio dia.

Processo seguro e confortável

O Centro de Vacinação de Portimão está logisticamente instalado para proporcionar todas as condições operacionais no sentido de realizar o processo de forma segura, confortável e com todo o acompanhamento e apoio, sobretudo a pessoas com mobilidade reduzida ou outras comorbidades.

Para o efeito, conta com uma vasta equipa dedicada em exclusivo, integrada por profissionais de saúde do ACES Barlavento da Administração Regional da Saúde do Algarve e do Centro Hospitalar Universitário do Algarve, Bombeiros, técnicos e operacionais da Proteção Civil Municipal e demais serviços da autarquia, bem como um grupo de voluntários, composto por alunos do Curso Técnico de Proteção Civil da Escola Poeta António Aleixo.

Todos os dias, entre as 8h00 e as 22h30, 15 técnicos da autarquia, integrados no Serviço Municipal de Proteção Civil, e operacionais dos Bombeiros realizam milhares de chamadas telefónicas para chegar a todos os munícipes elegíveis para vacinação, materializando a Unidade de Marcação e Controlo da Vacinação (UMCOV) em articulação com os técnicos do ACES do Barlavento.

A propósito, é de referir igualmente que a autarquia colocou à disposição o seu serviço de notificações da Proteção Civil Municipal, tendo enviado até ao momento 6.000 SMS.

Para atingir os ambiciosos objetivos traçados para esta campanha, em muito tem contribuído a linha telefónica do Município “Proteção 24”, a funcionar 24 horas por dia, a qual recebeu até ao momento mais de 2.000 inscrições para vacinação. Quaisquer dúvidas ou constrangimentos podem ser reportados através do número 808 282 112, também disponível para quem necessite de solicitar transporte gratuito para deslocação ao Centro de Vacinação e regresso a casa.

Apesar de se manter na fase 1 do processo de desconfinamento, o concelho de Portimão já há alguns dias encontra-se bem abaixo dos 120 casos por 100.000 habitantes, o que leva a supor que transite diretamente para a fase 4, na sequência da avaliação agendada para esta quinta-feira, 6 de maio.