• V Festival Internacional de Piano do Algarve EDIÇÃO ONLINE

    A não perder

    V Festival Internacional de Piano do Algarve EDIÇÃO ONLINE

    Ler mais

  • Já abriram as inscrições para a Rota do Petisco 2021

    Notícias

    Já abriram as inscrições para a Rota do Petisco 2021

    Ler mais

  • Obras de requalificação da antiga lota de Portimão já começaram

    Notícias

    Obras de requalificação da antiga lota de Portimão já começaram

    Ler mais

28.01.2021

Idealizada como um espaço onde se constroem oportunidades para quem deseje criar a sua empresa e concretizar os seus sonhos, a StartUp Portimão volta a destacar-se a nível nacional, através da atribuição do 1º prémio do programa Green Up ao empreendedor algarvio Pedro Glória, devido ao seu projeto SWRS.

Este concurso, promovido pelos Territórios Criativos e pelo Turismo de Portugal, iniciou-se com um roadshow pelas escolas de turismo nacionais, com mais de 40 horas de masterclasses sobre os objetivos de desenvolvimento sustentável. Após a receção de 130 candidaturas, foram selecionados 38 projetos.
 
Natural de Lagos, onde nasceu há 46 anos, Pedro Glória apresentou o SWRS, sistema inovador de reaproveitamento das águas cinzentas para descargas sanitárias, que permite poupar cerca de 30 por cento de água potável sem necessidade de obras, encontrando-se neste momento em fase de produção de protótipo para testes e aperfeiçoamento.
 
A grande final do Green Up realizou-se online a partir de Coruche no dia 27 de janeiro, tendo o projeto de Pedro Glória obtido o 1º prémio, no valor de 4.000 euros, entre sete finalistas. A decisão de distinguir o empreendedor da StartUp Portimão coube a um júri de renome internacional, composto por Cristina Salsinha (inoovation project manager do Turismo de Portugal), Isabel Neves (vice-presidente da FNABA), Jean Pierre Baronet (consultor), Odyle Cardoso (administradora do Banco Millennium Atlântico) e Pedro de Mello Breyner (membro do conselho executivo da Portugal Ventures).
 
Oportunidade no infortúnio
 
Músico a tempo inteiro desde 2007, os efeitos nefastos da Covid-19 implicaram a suspensão da atividade profissional e obrigaram Pedro Glória a repensar os seus planos de vida, tendo a StartUp Portimão surgido como a possibilidade mais válida de colocar em prática noções ambientalistas com as quais desde há muito se identifica, nomeadamente a permacultura.
 
De resto, as questões do meio ambiente sempre mereceram a sua especial atenção, ao ponto de nos últimos anos ter acompanhado conferências e diversas formações nas áreas da hidrologia, sustentabilidade e economia circular, entre outras.
 
Com o projeto SWRS, o empreendedor pretende aplicar ao meio urbano os conceitos da permacultura, uma ciência de âmbito social e ambiental que alia o conhecimento científico com o saber tradicional e popular, assegurando dessa forma a permanência do ser humano como espécie no planeta Terra.
 
Segundo Pedro Glória, o facto de integrar a incubadora de empresas portimonense desde maio passado permitiu-lhe encontrar motivação para não desistir, realçando a importância que as mentorias, reuniões e outras iniciativas em que participa têm para elevar o seu ânimo nestes tempos tão instáveis.
 
Aposta municipal de sucesso
 
Projeto municipal com pouco mais de três anos, a StarUp Portimão surgiu do objetivo de promover o empreendedorismo e a inovação no concelho, criar empregos e fixar pessoas no território, proporcionando o ambiente e serviços essenciais ao desenvolvimento empresarial.
 
Aposta bem-sucedida do Município de Portimão, conta neste momento com 20 startups incubadas (física e virtualmente), 85 por cento das quais na área das SmartCities. Agrega mais de 45 parceiros regionais, nacionais e internacionais, que contribuem para que este ecossistema empreendedor seja cada vez mais uma realidade na região algarvia.
 
Recorde-se que a StartUp Portimão foi recentemente uma das vencedoras dos EPA - European Enterprise Promotion Awards, iniciativa da Comissão Europeia que pretende distinguir as melhores práticas de promoção de empreendedorismo.
 
A incubadora algarvia ficou em segundo lugar na categoria de desenvolvimento do ambiente empresarial, com o projeto Portugal Site Selection, tendo a competição nacional destes prémios sido coordenada pelo IAPMEI – Agência para a Competitividade e Inovação.
 
Já com cinco empreendedores não portugueses nas suas fileiras, um dos principais objetivos da StartUp Portimão para este ano é a captação de mais empresas estrangeiras, nomeadamente ligadas ao setor automóvel, tirando partido do potencial gerado pelo facto de funcionar no Autódromo Internacional do Algarve, o que permite a proximidade a grandes marcas e ‘clusters’ de potenciais clientes.